ASSOCIADO CONCEDE ENTREVISTA PARA A NRF SOBRE A EXPANSÃO DA 4R SYSTEMS PARA O BRASIL

5280a17c-b5e8-4956-9185-c52b6a0163edIgor Paparoto, parceiro de desenvolvimento do Brasil da 4R Systems e CEO da PMVarejo, São Paulo, fala para a National Retail Federation sobre o conjunto de soluções que chegam ao País. Segue reportagem na íntegra:

 

 

 

 

4R Systems expande o alcance do Analytics

para otimizar a reabastecimento no Brasil

 

Líder em otimização de reabastecimento em toda a América do Norte, a 4R Systems está levando seu poderoso conjunto de soluções e experiência para o Brasil para enfrentar questões de logística e aumentar a lucratividade do varejo.

O Brasil oferece oportunidades abrangentes de crescimento para os varejistas, com seu vasto território, uma enorme diversidade de cidades e a quinta maior população do mundo.

Contudo, os desafios abundam. Muitas estradas são difíceis de atravessar. O sistema de tributação complexo e altamente fluído do país dificulta a expansão nacional. E a concentração da riqueza em um número relativamente pequeno de cidades cria um mercado difícil e dispendioso para os varejistas prosperarem e, especialmente para crescerem.

É precisamente esse tipo de obstáculos que a capacidade da 4R Systems de otimizar os processos de reposição e otimização dos estoques pode superar, em grande medida, e reduzir significativamente as despesas, gerando maior rentabilidade.

“Os varejistas nos dizem que precisam de mais dados, mais informações e mais soluções para otimizar os processos de negócios. Estamos entrando no ambiente do varejo brasileiro no momento certo “, disse Igor Paparoto, parceiro de desenvolvimento do Brasil da 4R Systems e CEO da PMVarejo, São Paulo.

“Todos os desafios e aspectos culturais aqui criam a percepção de que fazer negócios no Brasil é difícil. Precisamos de uma melhor gestão, melhores práticas e melhor planejamento. Mas o cenário está mudando “, disse Paparoto.

O que 4R, especificamente, traz para o mercado brasileiro são soluções baseadas em análises, inteligência artificial e machine learning. Essas metodologias e ferramentas são novas, mas alguns poucos varejistas no Brasil as estão utilizando com grande sucesso.

Igualmente ou mesmo mais importante, é o modelo de serviço da 4R e o compromisso de garantir que suas soluções ofereçam os retornos esperados aos varejistas.

“Muitas vezes os grandes varejistas compram grandes pacotes de software ERP, mas mesmo eles não têm os processos ou as pessoas para fazê-lo funcionar. Eles ficam frustrados porque os resultados não aparecem. 4R, em contrapartida, não  vende simplesmente 0 software e se afasta. Eles vendem inteligência como um serviço e têm a equipe para implementar a solução e ajudar os varejistas a entender o que fazer com a informação “, disse ele.

As questões de logística e culturais no Brasil apresentam desafios que não podem ser alterados de um dia para o outro. Mas otimizar o reabastecimento de estoque e a racionalização de processos de cadeia de suprimentos permite que os varejistas reduzam substancialmente as despesas e reforcem a rentabilidade líquida.

As soluções de Reabastecimento do Centro de Distribuição e Loja do 4R, por exemplo, reduzem o número de caminhões e as entregas de produtos necessárias, especialmente em muitas regiões com despesas de transporte particularmente elevadas, custos de seguros, políticas de tributação complexas e problemas de baixa produtividade.

Os custos para os varejistas se somam rapidamente e “comem” as margens de lucro. Eles também amortecem os planos de expansão.

“A 4R fornece o poder dos cientistas de dados, equipes de dados,  mostrando ao varejista, passo a passo, o caminho para se tornar mais lucrativo. Se as estradas são ruins ou há problemas de transporte, a 4R não pode resolver esses problemas de infraestrutura “, disse Paparoto.

“Mas se você tiver precisão de reposição de estoque e um mix adequado para cada , semanalmente, a economia de custos/investimentos é muito grande. Há muito dinheiro na mesa, e a 4R captura uma boa parte disso colocando-o diretamente no bottom line do varejista “, acrescentou.

Paparoto aponta para três fatores da 4R especialmente importantes para  agregar valor ao mercado de varejo no Brasil.

Em primeiro lugar, as raízes acadêmicas e o rigor científico da empresa, desde a fundação até o presente, na exigente melhoria contínua da precisão e inovação em seus produtos.

Segundo, a missão principal e o compromisso inabalável de vincular os resultados dos produtos aos objetivos financeiros. Todo provedor de soluções fala sobre pagamentos.

A 4R  colabora com os clientes para determinar metas de lucro e atingir ou exceder as mesmas.

Terceiro é a cultura da empresa de trabalhar com varejistas, educando os associados certificando-se de que eles não compreendem apenas como usar as ferramentas/produtos  – mas como ganhar dinheiro.

“Nós trazemos o conhecimento de nossos cientistas de dados e equipe de soluções junto dos varejistas para traduzir como o processo funciona e quais as informações  importantes e necessárias, para que possam aplicá-lo aos seus negócios. É um modelo muito novo para o Brasil. Estamos mostrando o caminho para ser mais lucrativo “, disse Paparoto.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *